Em que ano estamos?

 photo FotorCreated_zps3upvfsy1.jpg

Que a moda se recicla, todo mundo já sabe. Não foi surpresa quando os anos 90 começaram a invadir 2016 nesse quesito, com a reafirmação dos croppeds, as gargantilhas, as cores dos batons etc. Mas daí, outros elementos da cultura da nossa infância começaram a voltar e nós queremos revogar nossos papéis de adultos! (não que estejamos fazendo tanto uso desse título anyway)

Primeiro saiu o trailer do filme live-action A Bela e a Fera, da Disney! Pra derreter de vez o nosso coração, o fizeram igualzinho ao trailer do longa de animação de 1991 (aquele fez a gente desejar mais que tudo uma biblioteca infinita). O vídeo da comparação a gente tinha compartilhado na nossa page do Facebook há cerca de um mês atrás, e coloco aqui o trailer inteiro porque é lindo.

Agora em julho, o hit Wannabe das Spice Girls comemorou 20 anos de lançamento e foi usado em uma campanha da Global Goals para perguntas às meninas e mulheres do mundo todo “What do you really really want?”. Um dos objetivos é através da hashtag do projeto coletar imagens de nós dizendo o que nós queremos, como educação de qualidade, igualdade de salários, e tudo mais que precisamos ainda lutar tanto para conseguir.

Pra completar, a Geri, Emma e a Mel B anunciaram que vão voltar em um novo grupo chamado GEM (estou até curiosa pra ver no que vai dar, mas elas nunca conseguiram emplacar sem o grupo completo né?).

Nos anos 90 a clonagem era hot topic no que dizia respeito a ciência. Em 1998 foi proibida a clonagem humana (em debate desde os anos 70), como forma de nos prevenir contra uma técnica promissora mas potencialmente perigosa eticamente. Esse ano temos o CRISPR emplacando as discussões sobre ética no uso e manipulação de genomas, e com todas as promessas que ele traz. Pra explicar rapidinho, a técnica (criada por duas mulheres cientistas, vale notar) permite cortar o DNA em locais muito bem definidos e, com a ajuda de mecanismos naturais da célula, reparar esse corte inserindo pedaços de DNA corretos (potencialmente, podendo curar uma doença genética por exemplo). Uma das criadoras da técnica explica bem melhor que isso nesse vídeo aqui: (e se me deixar, vou ficar horas aqui falando sobre ciência ;))

Outra notícia que nos faz sentir nos anos 90 é a chegada do Pokémon Go! É aquela coisa, se me perguntassem a uns 20 anos atrás o que eu queria ser quando crescesse, a resposta não era difícil: treinadora pokémon (óbvio, quem não?!). Se alguém ainda não viu do que se trata é um jogo de smartphone em que você pode capturar pokémons na vida real, nos lugares que você anda e tal. Ainda não saiu a versão oficial brasileira, mas eu já botei minhas mãos em uma versão pirateada por alguém e tem tantos bugs que só aumentou mais a minha expectativa! Mal posso esperar pela chegada da versão oficial 😀

A última coisa que eu estou me lembrando de colocar aqui agora é o novo álbum do Blink 182 (recomendo muito she’s out of her mind e no future!).

Pra mim, eles foram mais marcantes nos anos 2000 mas a verdade é que o sucesso do veio mesmo em 1999 – com um dos hits sendo muito apropriado para fechar esse post.

 photo Assinatura Clari_zpscvbqhm4u.jpg

Você também irá gostar de ...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *