Teste do marshmallow: Será que você passa?

Teste do marshmallow foco concentração

Hoje vou abordar um dos temas que mais me interessa: Comportamento humano. Esse tema está longe de ser fácil ou simples, por isso, se vocês quiserem as referências dos estudos que vou apresentar nesse texto, busque-as ao final do post.

Uma das pesquisas pioneiras a cerca da inteligência, ocorreu em 1960, houve um pequeno projeto com crianças de lares carentes que receberam atenção diferenciada num programa pré-escolar que ajudava a cultivar o autocontrole. O objetivo era aumentar o QI dessas crianças, pois nesse momento acredita-se que esse aspecto da inteligência era a mais importante, porém o teste falhou nisso.

Mais tarde quando compararam esses alunos com outros alunos, perceberam que o programa estava de certa forma influenciando em áreas como: menores taxas de gravidez na adolescência, abandono escolar, delinquência e até mesmo no número de faltas do trabalho. Ou seja, no planejamento de vida.

Então, em 1972, a universidade de Stanford deu prosseguimento a essa analise e realizou o “teste do marshmallow”, com intuito de intuito de testar a capacidade das pessoas de adiar uma satisfação.

Nesse teste foram convidadas 57 crianças, todas com 4 anos de idade. Cada criança foi conduzida a uma suposta sala de jogos que estava vazia (leia-se: sem distração) e onde estava disposta uma bandeja com 1 marshmallow.

Então vinha a parte difícil. O pesquisador dizia para a criança: “Você pode comer o doce agora. Mas se não comer até eu voltar, você poderá comer dois doces.”

O resultado foi o seguinte: 1/3 das crianças pegava o doce imediatamente, enquanto outro 1/3 esperava por 15 minutos e o outro 1/3 se situou em algum ponto entre os dois grupos.

O importante é que os pequenos que resistiram à sedução do doce receberam pontuações mais altas em medidas de controle executivo, principalmente na realocação da atenção.

Mas, o que é realocação de atenção? A forma como focamos é chave da força de vontade, o que o autor chamou de “a alocação da atenção”. Sendo assim, as crianças que esperaram 15 minutos o fizeram se distraindo com artimanhas, como: jogos de faz de conta, cantarolando, cobrindo os olhos. Se a criança se fixava no doce, ela perdia o controle e comia.

Nesse caso foram analisados, 3 subtipos de atenção e são todos aspectos da atenção executiva, todos relacionados ao confronto do autodomínio com a suposta gratificação instantânea:

  1. Capacidade de voluntariamente desligar nosso próprio foco de um objeto do desejo que prende poderosamente a atenção;
  2. Capacidade de se distrair, nos permite manter nosso foco em outra coisa.
  3. Capacidade de manter o foco no futuro, aguardar pelo bem maior;

Essas crianças foram procuradas 40 anos mais tarde, e os pesquisadores concluíram que aqueles que resistiram aos doces aos 4 anos ainda eram capazes de atrasar a gratificação, e os demais apresentavam problemas para conter seus impulsos.

Então, quanto melhor era o autocontrole na infância, melhor as crianças se saíam quando adultos. Leia-se: melhor estado de saúde, mais sucesso financeiro e mais cumpridores das leis.

Teste do marshmallow foco concentração

Além disso, o autocontrole prevê um bom ajuste emocional, melhores habilidades interpessoais, sensação de segurança e adaptabilidade.

Ponto principal: uma criança pode ter uma infância privilegiada financeiramente, porém, se não aprender como adiar uma gratificação para ir atrás de seus objetivos, essas vantagens iniciais podem perder a força ao longo da vida.

Papais e mamães, não subestimem o valor de estudar violão ou manter a promessa de limpar o coco do cachorro. Qualquer coisa que fizermos em prol de aumentar a capacidade de controle cognitivo da criança irá ajuda-la ao longo de toda a vida.

Teste do marshmallow foco concentração

Importante ressaltar que, esse texto foi motivado pelo livro FOCO do psicólogo de Harvard, ph. D. Daniel Goleman. É o segundo livro desse autor que leio, o primeiro foi inteligência emocional. Se você se interessar e quiser se aprofundar, pode recorrer a esses livros para melhor explicação, apenas esteja preparado para lidar com termos a respeito da fisiologia do cérebro.

Teste do marshmallow foco concentração

Referências bibliográficas:

  • Goleman, Daniel, Foco: a atenção e o seu papel fundamental para o sucesso/ rio de janeiro: Objetiva, 2014
  • Lawrence j schweinhart et al. Lifetime effects: the high/ scope perry school study trough age 40, ypsilanti: high/scope press, 2005
  • Estudo pré-escolar: J.J.Heckman, Skill formation and the economics of investing in disadvantaged children, Science, 312: 1.900-1.902, 2006
  • Estudo de Dudedin: Terrie E. Moffitt et al., A gradiente of childhood self-control predicts health, wealth and public safety, PNAS 1-16.2010.
  • June tangney et al. High self-control predicts good adjustment, less pathology, better grades, and interpersonal success, jornal of personality, 2004, 72,2, 271-323.
  • Jeanne mcCaffery et al. Less activation in the left dorsolateral pré-frontal córtex in the reanalysis of response to a meal in obese than in lean women and its association with successful weight loss, Am J Clin Nutr, outubro 2009, vol. 90, nº4, 928-934.
  • Walter Mischel, citado em Jonah Lehrer Don’t, the new yorker, 18 maio 2009

 

sarah adulta eu

Você também irá gostar de ...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *